Ciências da Computação no YouTube, Disaster Recovery, Incêndios, Golang pra Javascriptos e Lambdas fodas

Todo mundo que ta lendo é lindo

Fala galerinha!!!! Vocês tão bem?? O pai ta top!

Bora pra mais uma Weekly dahora pra começar a semaninha mil grau com a nata do meu feed de notificias das ultimas semanas.

Ciência da computação em 1000 videos

Você não vai ver tudo, mas puta esforço dahora de colocar isso tudo aqui... Os caras pegaram o Major Degree em ciencias da computação e criaram a grade do curriculum com videos aleatórios vindos do YouTube! Puta serviço massa pra humanidade. Ainda existe o bloqueio do inglês, mas obviamente isso não foi feito pensando no Brasil. Mas cara, que trampo massa! Quem sabe a gente não faz o mesmo por aqui? Da um liga nesse artigo com o conteúdo.

Disaster Recovery com o Kubernetes

Ta ai uma abordagem KISS sobre Disaster Recovery do Kubernetes. Embora eu ache um pouco simplista demais pra funcionar em qualquer ambiente. Embora os conceitos apresentados são muito legais pra continuidade de negócio e recuperação de desastres, inclusive como funcionam as métricas de RTO e RPO que devem ser aceitas.

Basicamente, num conceito simplista, você pode COMEÇAR desta forma:

kubectl get all —-all—namespaces -o yaml > backup.yaml

Embora eu não dispense e recomende muito o uso do Velero pra esse tipo de coisa, que é praticamente uma mãe.

Da um liga no artigo

Fire Drills: como se preparar para o pior no seu ambiente com simulações de incêndio

Falando de um tema importantíssimo pra área de SRE, a de resposta a incidentes, esse artigo do blog da Container Solutions (que está sendo muito bom por sinal) fala sobre um dos temas que mais empurramos com a barriga e esperamos que a vida nos ensine na base da bica e porrada. Os GameDays, ou Simulações de Incêndio.

Os processos e documentação de recuperação de desastres é uma ferramenta fundamental na arte da resiliência, e inclusive são tópicos mandatórias pra se falar em conceitos mais “hype” como engenharia do caos por exemplo. É uma rotina muito bacana de se implementar na rotina dos times de produto, e pode ser realizado em ambiente controlado pra treinamento de engenheiros e suporte. 

Recomendo demais a leitura, pode ser um grande ponto de partida.

App Mesh Workshop, service mesh da AWS na prática

Esses dias peguei esse cara aqui pra relembrar o uso de alguns concepts do service mesh da AWS, o App Mesh. Eles fizeram um workshop hands on bem completinho pra entendimento do ecossistema. Inclusive esse workshop vai além do básico, mostrando como extender recursos “Out Clusters” pra dentro do seu mesh, coisa que faz todo sentido um service mesh de uma cloud especifica. Achei bem completo e maneiro.

Recomendo demais a investida de tempo, da um liga

Golang para desenvolvedores Javascript, um repo que eu gostaria de ter encontrado antes

O Miguel Mota fez um repo muito maneiro, trazendo um “As Is” de abordagens usadas em Node e como reproduzir as mesmas Golang. Desde paradinhas mais dia a dia, coisas mais características da linguagem como Promises até paradinhas extremamente especificas que você resolve com libs default.

Vou deixar o repo aqui pra vocês darem um bisu. Pode ser um grande material de consulta.

Post Mortem do Slack do inicio do ano

Se tem uma coisa que me faz feliz, é ler post mortens. E a Slack me deixou feliz alimentando meu SRE interior.

No dia 4 de janeiro, primeiro dia útil do ano, o slack deu umas entrada de ar no cano forte, dando praticamente mais um dia de folga pra galera :hue:.

Semana postaram uma publicação no blog de engenharia da Slack relatando o post mortem. Isso deve ter sido revisado até pela equipe do ar condicionado da Slack, mas ficou muito legal e com bastante detalhes da causa raiz.

Ta aqui pra você dar uma lida.

Fica aqui minha consideração e respeito pra todas as empresas que se preocupam em dar essa visibilidade pros clientes. Sem duvida é algo louvável.

Mãe, voltei a ser blogueiro e postei um video no YouTube sobre as principais skills pra você se tornar um SRE top!

Momento Jabazinho zica né pae.

To voltando a postar no meu canal do YouTube, dessa vez fiz uma listinha de dicas que eu considero essenciais pra você se tornar um SRE zica do bagulho.

Da uma moralzinha pra nois. Se inscreva, deixe seu like e seu comentário de feedback. Tamo fazendo várias paradas zica.

A Escola do SRE, do Github do LinkedIn!

O time de engenharia do LinkedIn teve a brilhante ideia de criar um guideline de conceitos básicos sobre os conhecimentos necessários pra ser um SRE dentro da companhia e tornar isso público. Meu amigo Tadeu me mandou no Twitter depois que divulguei meu video e eu gostei bastante. Parece ter bastante tempo, e tem bastante conteúdo de qualidade. Vou deixar aqui como referencia pra você também como apoio do meu videozinho, ou vice versa!  Passei pertasso e fiquei feliz. Eles adicionaram conceitos mais avançados como Big Data e mais foco em Security também!

Da um liga lá!

Fiz uma lambda que destrói todos os recursos (caros) da minha conta da AWS

Eu sou burro. Eu sempre perco uma graninha violenta por mês por esquecer meus labs ligados. Já tentei usar o CloudNuke mas se eu esqueço de rodar um terraform destroy imagina rodar o cloudnuke...

Então me blindei contra minha própria burrice e fiz uma lambda que roda todos os dias na minha conta desligando tudo.

Da um liga aqui no Github. Pode fazer os fork e mandar PR que o pai curte.

Até mais nenês